desde 1996 a criar parcerias de futuro.

Compra de Empresas
19 Fev, 2021

“lista de 6 desejos”

Compra de empresas. O que os investidores procuram encontrar na sua empresa.  Se está tentando construir um negócio valioso, qual o motivo? Quer melhorar a sua empresa por si? Para a sua família? Para os seus funcionários? Pelos seus clientes?  Para vender a empresa no futuro?

Se deseja vender a sua empresa no futuro, então agregar valor à sua empresa é muito importante. Em última análise, o valor quantitativo e qualitativo do seu negócio determinará quanto um comprador estará disposto a pagar pelo seu negócio. O seu cliente final será o comprador da sua empresa. Portanto, deve tornar o seu negócio atraente para eles.

A sua empresa pode ser o seu “Ferrari”. Com a esperança de ganhar dinheiro e enriquecer, deu o seu coração e alma à sua empresa. Sonhou com o dia em que a sua empresa “se tornaria grande” e está emocionalmente ligado a isso. É semelhante ao seu primeiro amor. Mas esse apego emocional pode fazer com que perca a sua objetividade. Embora o seu negócio seja extremamente valioso para si, pode não ter o mesmo valor para os investidores. Talvez tenha tomado decisões financeiras sem calcular o custo de capital e agora o seu negócio está exposto a riscos desnecessários. Talvez tenha aumentado as suas margens de lucro, mas negligenciado a aparência visual da sua empresa ou a sua presença online.

Não importa a situação atual da sua empresa, é sempre possível agregar valor quantitativo e qualitativo a ela. Adicionar valor ao seu negócio atrairá potenciais compradores de negócios no futuro. Caso necessite de ajuda, saiba mais acerca dos nossos serviços de Avaliação de Empresas e Venda de Empresas.

Saiba no presente artigo uma lista de 6 aspetos que os investidores procuram nas empresas que pretendem adquirir.

A “lista de desejos” dos compradores: 6 aspetos procurados na Compra de Empresas.

 

1 – É um negócio lucrativo?

Ninguém vai querer o seu negócio se não for lucrativo. Quem quer comprar uma empresa que não dá dinheiro? Muitas vezes, as empresas têm anos incríveis de faturação, mas as suas despesas destroem as margens de lucro. Se está aumentando o volume de negócios sem diminuir ou manter as suas despesas atuais, o aumento das vendas não fará diferença nos seus resultados financeiros. Sim, precisa de mais clientes e mais vendas. Mas também precisa aumentar as suas margens de lucro para tornar o seu negócio atraente para futuros compradores.

2 – Possui lucro anual frequente?

Após o seu negócio se tornar lucrativo, pode repetir esses resultados lucrativos de forma consistente? Se o EBITDA da sua empresa não for repetível, o valor do seu negócio será prejudicado. Há que desejar ser lucrativo ano após ano. Ao conseguir ter resultados anuais positivos de forma frequente, mais valor os compradores vêm no seu negócio.

3 – Consegue prever a faturação da sua empresa?

Se o seu negócio é lucrativo e essa lucratividade pode ser repetida, ela é previsível? Consegue prever as receitas e despesas anuais da sua empresa? Consegue projetar consistentemente como será sua receita daqui a 3 meses, daqui a 6 meses ou daqui a um ano? Se as vendas da sua empresa são instáveis, imprevisíveis ou sazonais, o seu negócio acarreta um maior risco e isso influenciará o valor das propostas de aquisição a ser feitas pelos potenciais compradores.

4 – Possui rentabilidade sustentável?

À medida que a sua faturação se torna mais previsível, o lucro pode se tornar mais sustentável. Assim como pode desenvolver um modelo de receita recorrente, pode também prever despesas recorrentes. Ao antecipar receitas e despesas, pode medir consistentemente as suas margens de lucro e certificar-se de que são viáveis ​​para o crescimento e sustentabilidade a longo prazo. As suas margens são altas o suficiente para permitir a compra de novas tecnologias conforme necessário e competir com outras no seu mercado? A sua empresa não conseguirá competir no mercado sem assegurar a sustentabilidade da rentabilidade do negócio.

5 – Possui registos financeiros confiáveis?

As suas previsões de receitas e despesas são baseadas em números realistas e históricos? Acompanhou as suas receitas e despesas ao longo dos anos para saber quais são as suas margens de lucro? Pode oferecer evidências da sua taxa de crescimento histórica?

6 – É uma empresa transferível?

Este último ponto é o “calcanhar de Aquiles” para muitos empresários. Muitas vezes os “proprietários de negócios” são apenas funcionários muito bem pagos. Se o seu negócio está centrado exclusivamente em si, nas suas habilidades, no seu trabalho, nas suas criações, na sua gestão ou no seu serviço, então não é um negócio vendável, não importa quão altos, previsíveis, sustentáveis ​​ou precisos sejam os seus lucros. Por que não? Porque não é transferível. Uma verdadeira empresa é aquela que pode operar sem a presença do proprietário da empresa. Isso é um negócio. Portanto, para aumentar o valor do seu negócio, deve construir um negócio que esteja rodeado por uma boa equipa que seja capaz de operar autonomamente sem a sua presença.

Contacte-nos

Caso necessite de ajuda, saiba mais acerca dos nossos serviços de Avaliação de empresa e Venda de Empresas. Asseguramos todas as etapas do processo e a total confidencialidade. Avaliamos e Vendemos a nível internacional. Conheça também todas as empresas que temos neste momento para venda. 

A Mercal faz parte da rede internacional IMCN. 

Adicione um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

✅ Select 16 Languages