desde 1996 a criar parcerias de futuro.

Incentivos para eficiência energética das empresas
03 Out, 2019

Abertura de Avisos: Eficiência Energética

Encontram-se abertos concursos a nível nacional para apoiar projetos de investimento de eficiência energética nas empresas. A taxa máxima de financiamento sobre o investimento elegível é de 70%, com exceção de Lisboa em que taxa de incentivos é de 50%.

Poderá consultar os avisos abertos e as condições nos seguintes sítios:

A linha de apoio à eficiência energética nas empresas tem como principais objetivos:

  • Promoção da eficiência energética e a utilização das energias renováveis nas empresas;
  • Aumento da eficiência energética nas empresas, financiando a implementação de medidas de eficiência energética ;
  • Apoiar projetos que contemplem a implementação de ações que visem a utilização de energias renováveis para autoconsumo nas empresas.

Necessita de apoio na elaboração da candidatura? Contacte-nos agora.

Incentivos à Eficiência Energética – Despesas Elegíveis

Os investimentos apresentados em sede candidatura deverão estar justificados  através da os resultados da realização de uma auditoria energética prévia. O projeto irá concretizar as soluções apontadas na auditoria energética e que constituem soluções integradas no domínio da eficiência.

São elegíveis investimentos relacionados com  Intervenções nos processos produtivos das empresas que se encontrem previstas na auditoria energética prévia e que demonstrem os respetivos ganhos financeiros líquidos. Assim como Intervenções ao nível da promoção de energias renováveis nas empresas para autoconsumo, desde que façam parte de soluções integradas que visem a eficiência energética.

Mais concretamante, são elegíveis  as seguintes intervenções:

  1. Otimização e instalação de tecnologias e sistemas energeticamente eficientes ao nível dos processos produtivos;
  2.  Otimização e instalação de tecnologias e sistemas energeticamente eficientes ao geradores de vapor, caldeiras, instalações frigoríficas, iluminação, entre outros.
  3.  Intervenções na envolvente opaca de edifícios climatizados ou refrigerados, com o objetivo de proceder à instalação de isolamento térmico em paredes, pavimentos e coberturas, e assim potenciar reduções do consumo de energia;
  4. Intervenções na envolvente envidraçada de edifícios climatizados ou refrigerados, nomeadamente através da substituição de caixilharia com vidro simples, e caixilharia com vidro duplo sem corte térmico, por caixilharia com vidro duplo e corte térmico;
  5. Intervenções nos sistemas técnicos instalados, através da substituição dos sistemas existentes por sistemas de elevada eficiência, ou através de intervenções nos sistemas existentes que visem aumentar a sua eficiência energética;
  6. Intervenções ao nível da implementação de sistemas de gestão técnica de energia;
  7. Instalação de painéis solares térmicos para produção de água quente sanitária;
  8. Instalação de sistemas de produção de energia para autoconsumo a partir de fontes de energia renovável.
  9. O custo das auditorias energéticas só será cofinanciado se as soluções por elas apontadas se concretizarem na realização de investimentos, não sendo elegíveis quaisquer auditorias obrigatórias por lei.

Contacte-nos agora

A Mercal é especialista na elaboração de candidaturas visando a obtenção de incentivos para as empresas.  Elaboramos e submetemos o dossier de candidatura para que possa obter incentivos no âmbito das medidas de apoio à eficiência energética.

Contacte-nos agora. Enviamos gratuitamente a nossa proposta num prazo de 24 horas úteis.

A Mercal faz parte da rede internacional IMCN e é uma consulta de referência na área de projetos de investimento e candidaturas ao Portugal 2020.

Adicione um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

✅ Translate | 16 Languages