desde 1996 a criar parcerias de futuro.

6 dicas para a recuperação da sua empresa no COVID-19
15 Out, 2020

Recuperação no COVID-19

Foram sobretudo as pequenas empresas atingidas de forma especialmente dura pela pandemia. Este artigo aborda alguns conselhos para liderar, manter a sanidade e identificar oportunidades.

Infelizmente, a pandemia COVID-19 atingiu duramente sobretudo as pequenas empresas. Eventualmente, a situação irá melhorar, a atividade voltará ao normal, contudo haverá mudanças permanentes às quais a sua empresa deverá ter a capacidade de se adaptar.

Quer a pandemia termine dentro de um mês ou dois, ou se estenda a longo prazo, os empresários precisam estar prontos a trabalhar duramente, planear, reavaliar e fazer mudanças na sua estratégia de negócios para resistir à tempestade.

No presente artigo descrevemos 6 conselhos para ajudar a sua empresa neste momento difícil.

1. Analise os seus custos

Observe onde a sua empresa está gastando dinheiro atualmente e considere quais as despesas que podem ser evitadas. Reduza ou aumente a eficiência dos gastos em Marketing.

Pense em redimensionar a sua empresa, reduzindo custos da renda, custos do consumo e outros custos que não afetem a qualidade do seu negócio. A eficiência é crucial para ter sucesso e superar os rivais. Muitas empresas operam com custos excessivos e com margens baixas, e esta é a oportunidade perfeita para conseguir uma vantagem competitiva, aumentando os ganhos de eficiência.

2. Adapte-se às alterações de mercado

As tendências dos mercados serão difíceis de entender e prever, mas isso pode funcionar a seu favor. Se conseguir entender rapidamente o panorama atual do seu mercado e do mundo, poderá reposicionar a sua empresa com sucesso.

Pense por exemplo de que forma a sua empresa poderá fornecer os seus produtos ou serviços por via dos canais digitais. Fará sentido um rebranding da marca? O reposicionamento da marca poderá ser necessário em ordem de transmitir uma nova imagem para o mercado da sua empresa, em consonância com a nova estratégia definida.

A sua empresa poderá deixar de estar unicamente focada exclusivamente em serviços e vendas presenciais, passando a ter também uma presença digital.

3. Analise os seus concorrentes

Algumas empresas estão a ter quebras nas vendas maiores do que outras. Analise de que forma outras empresas estão a adaptar-se à crise. Observe a sua concorrência direta e indireta para compreender melhor as suas ações e quais estratégias que parecem ser mais eficazes. Embora algumas estratégias possam não se aplicar a todos os setores, use o que puder ser aplicável para a melhoria da atividade da sua empresa.

São inúmeras as oportunidades que poderão ser geradas pelo reposicionamento do seu negócio na criação de vantagens competitivas para o período pós crise.

4. Considere o valor do seu tempo

Um dos aspetos mais difíceis de aceitar como empresário é saber quando vale a pena continuar com um negócio. Esta pandemia é uma excelente oportunidade para introspeção.

Avalie a sua empresa, observe quanto tempo é gasto e entenda quanto dinheiro poderia estar gerando e o custo de oportunidade de investimento, ou seja o custo das oportunidades que desperdiça face à opção de continuar a investir o seu tempo e recursos na sua empresa.

5. Pense a médio prazo – Está a mudar o comportamento dos seus clientes?

Embora o curto prazo continue a ser dominado pela pandemia, é importante pensar no que acontecerá no médio prazo também. Os seus clientes irão mudar a forma como pensam ou agem mesmo após a pandemia terminar?

Talvez alguns clientes passem a preferir usufruir de serviços ou comprar produtos remotamente, mesmo após o fim da quarentena.

Deve considerar se os modelos de negócio tradicionais continuarão fazendo sentido quando a vida “voltar ao normal”. Considere, por exemplo, a limitação atual de capacidade em atividades como os teatros, aviões, cruzeiros etc. Cada um desses setores terá que considerar seriamente como o modelo de negócios tradicional terá que ser adequado aos clientes neste novo contexto. Assim como as empresas nesses setores, pergunte-se como deve mudar o seu modelo de negócios e a estratégia de acordo com as novas circunstâncias.

Importa, avaliar as premissas da estratégia empresarial de médio prazo. Compreender quais dessas premissas serão reais e quais precisarão de ser ajustadas.

6. Mantenha a mente aberta e seja positivo.

O estado da economia atual representa para as empresas uma série de desafios e incertezas. Eventualmente, a situação irá melhorar, a atividade voltará ao normal, contudo haver mudanças permanentes às quais a sua empresa deverá ter a capacidade de se adaptar.

O empreendedorismo está sempre cheio de desafios e agora não é diferente. Aborde o desafio como abordou qualquer outro obstáculo que já tenha ultrapassado no passado. O facto de você estar lendo este artigo e preparado para refletir sobre o assunto já o coloca à frente da maioria dos empresários.

Precisa de ajuda? Conheça os nossos serviços de consultoria.

A Mercal faz parte da rede internacional IMCN.

https://youtu.be/MxLmcC3G3ko

Adicione um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

✅ Select 16 Languages