desde 1996 a criar parcerias de futuro.

SI2E Turismo
19 Jul, 2017

SI2E+ Turismo

No SI2E+ Turismo, são apoiadas iniciativas de empresas do setor do Turismo e Hotelaria que visem a sua modernização e o aumento da sua competividade. São também apoiadas a criação de novas empresas.

No Sistema de Incentivos ao Emprego e ao Empreendedorismo (SI2E Mais) são elegíveis empresas de todos os setores de atividade. No que diz respeito ao setor do Turismo, são valorizados projetos que visem a criação de emprego e o desenvolvimento económico e social das regiões onde se inserem, principalmente em territórios considerados de baixa densidade.

O SI2E Mais é aplicável a projetos desenvolvidos em território no continente, sendo gerido pelos GAL ( Grupos de Acção Local) para investimentos até 100 mil euros ou pelas CIM  ( Comunidades Intermunicipais) para investimentos entre 100 mil a 235 mil euros.

Os incentivos são de natureza não reembolsável ( a fundo perdido)  entre 30% a 60% do montante total do investimento elegível.

A taxa base varia entre 30% a 40%. Projetos a ser desenvolvidos em territórios de baixa densidade possuem uma taxa garantida de 40%, nos restantes territórios a taxa que se aplica é de 30%.

Poderá ser acrescido uma majoração de 20% para projetos que cumpram os seguintes requisitos:

  1. Projetos de criação de micro e pequenas empresas ou expansão ou modernização de micro e pequenas empresas criadas há menos de cinco anos;
  2. Projetos enquadrados em prioridades especialmente relevantes para os territórios em causa.

Precisa de mais informações? Contacte-nos agora! Fazemos gratuitamente o enquadramento da sua iniciativa.

Saiba mais sobre os Apoios ao Turismo e como identificar a linha de financiamento mais adequada para o seu projeto.

SI2E+ Turismo: Projetos elegíveis no setor do turismo e hotelaria

No SI2E+ Turismo, entre outros, são elegíveis projetos de empresas nas seguintes áreas:

  • Estabelecimentos Hoteleiros;
  • Aldeamentos Turísticos;
  • Apartamentos Turísticos;
  • Parques de Campismo e de Caravanismo;
  • Empreendimentos de Turismo no Espaço Rural;
  • Empreendimentos de Turismo de Habitação;
  • Unidades de Alojamento Local;
  • Restaurantes;
  • Agências de Viagens;
  • Empresas de Eventos;
  • Plataformas tecnológicas na área do Turismo;
  • Empresas de Animação Turística;
  • Outro tipo de projetos que possuam como público-alvo os Turistas nacionais e/ou estrangeiros.

Despesas elegíveis

  1. Custos de aquisição de equipamentos;
  2. Custos de aquisição de equipamentos informáticos e software;
  3. Custos como o registo de marcas;
  4. Custos com o alojamento de aplicações, adesão a plataformas digitai, criação e publicação de conteúdos digitais, assim como a adesão a diretórios e posicionamento nos motores de busca;
  5. Serviços de arquitetura e engenharia;
  6. Material circulante;
  7. Estudos, diagnósticos, auditorias, planos de marketing e projetos de arquitetura e de engenharia;
  8. Obras de remodelação ou adaptação;
  9. Participação em feiras e exposições no estrangeiro;
  10. Criação do próprio emprego. Criação de postos de trabalho para desempregados inscritos há mais de 6 meses no Instituto do Emprego e Formação Profissional, I. P. (IEFP, I. P.), incluindo desempregados de longa e muito longa duração. Criação de postos de trabalho para jovens até 30 anos à procura do primeiro emprego inscritos no IEFP, I. P., como desempregados há pelo menos 2 meses.

Candidatura ao SI2E Mais Turismo

A Mercal é parceira privilegiada de entidades importantes como o Turismo de Portugal, Turismo Fundos, IAPMEI, AICEP, entre outros.

Integrada na rede internacional IMCN, possui mais de 1000 projetos efetuados a nível nacional e mais de 23 anos de experiência.

A Mercal é considerada a melhor empresa de consultoria portuguesa por diversas entidades de prestigio internacional.

Contacte-nos agora para mais informações!  Elaboramos o seu projeto e candidatura com sucesso garantido.

 

 

 

Adicione um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *